Será que seu negócio está tão bem assim?

04/09/2015

Hoje, no Brasil, mais de 50% das empresas fecham as portas antes dos dois anos. Em dados atualizados da Ibracom existe uma taxa de mortalidade de 52,18%. Das 405.021 empresas que abriram em 2014, 211.553 fecharam suas portas.

Não se existe uma maneira exata para o sucesso, mas é possível perceber os erros e diminuir o risco de falência analisando alguns sinais que podem ser corrigidos a tempo evitando o fechamento da empresa.

Listemos abaixo 5 sinais que podem atrapalhar, e muito seu negócio.

1) Planejamento do negócio

Vários empreendedores iniciantes na ansiedade de abrirem seu próprio negócio e se livrar dos seus patrões, acabam se precipitando muito, e comprando máquinas, matérias-primas, alugam ou compram um espaço, e acabam esquecendo do mais importante: planejar seu negócio.

O analise de pontos fortes e fracos, oportunidades e ameaças externas, avaliar a concorrência, pensar em inovação é muito importante para o sucesso de absolutamente todas as empresas.

Um belo exemplo é a resposta do Gato para Alice no país das Maravilhas, "se você não sabe onde quer ir, então qualquer caminho basta".

E neste caso, o caminho qualquer não te beneficiará em nada, por isso repense, reflita e antes de "meter os pés pelas mãos", determine metas para poder alcançar os seus objetivos.

2) Falta de capital de giro

Hoje em dia todo empreendimento precisa de dinheiro guardado para qualquer eventualidade ou ameaças que possam atrapalhar seu negócio principalmente na fase inicial onde está na tentativa de se colocar no mercado, ganhar a confiança do cliente e possuir uma marca reconhecida e forte com qualidade. E mesmo após já ter dado certo é preciso que a empresa tenha um capital de giro também.

3) Falta de controle de custos e gestão financeira

Contas a pagar, a receber, margem de lucro, ponto de equilíbrio, custos fixos e variáveis, entre outras previsões que devem ser feitas para verificar se o negócios está dando certo, é a parte mais chata para muitos empreendedores.

Porém são análises de grande importância, inclusive, é necessário que se tenha uma conta somente para a empresa que seja desvinculada da conta do proprietário da mesma. O que é lucro não pode ser tirado do caixa para pagar as contas do mês.

É importante definir antecipadamente o pró-labore do empreendedor (salário do dono do negócio), antes de iniciar as atividades. Fazer a separação do que ganhou durante o mês, pagar as contas e então concluir o que é lucro e como ele será gasto.

4) Falta de qualidade dos produtos/ serviços

Por mais absurdo que pareça ser, nos dias atuais, com tantas informações e concorrência acirrada ainda é encontrado serviços/produtos de péssima qualidade. Antes de iniciar seu negócio, teste os seus produtos, peça para pessoas de confiança experimentarem e avaliarem. Também observe em que aspecto seu produto pode ser diferente, isso chama muito a atenção de clientes. Não se esqueça de um preço justo e não deixe de divulgá-lo; de nada serve ter o melhor produto se os prospects(possíveis clientes) não souberem que você tem.

5) Falta de planejamento tributário

Os impostos no Brasil são altos, mesmo em empresas optantes pelo simples. Por isso, antes de abrir um negócio, é preciso estudar quanto será pago de impostos sobre o produto, em qual Cnae sua empresa se enquadra e quanto pagará de imposto. Caso contrário, o lucro planejado no início poderá virar prejuízo, pois sua margem pode não cobrir os custos do serviço/produto que irá oferecer.

O interessante mesmo é contratar um bom contador, explicar seu negócio e situação para planejar com o que se deseja oferecer. Um contador pode ajudar um negócio a prosperar muito.

Leia mais: https://migre.me/rqa53